REUNIÃO CRO-AL E VIGILÂNCIA SANITÁRIA – MACEIÓ

28 de maio de 2021

Na quarta-feira (12/05), representantes do CRO-AL, especificamente a Presidente Márcia Telma Guimarães e o Secretário Geral Carlos Alberto Macedo, participaram de uma reunião na sede da Vigilância Sanitária – VISA Maceió a fim de discutirem e deliberarem sobre demandas relativas às fiscalizações efetuadas pela Vigilância Sanitária de Maceió em consultórios e clínicas odontológicas da capital.

A referida reunião contou com a participação do Coordenador Geral da Vigilância Sanitária de Maceió José Airton dos Santos Soares, da Gerente da Inspeção de Saúde e Exercício Profissional – Juliana Pugliesi, dos Fiscais Sanitários – Elizabete Cândido Lúcia Feitosa e Venifrankly Noronha, além dos CD’s Elaine Azevedo e Uriel Barros – representado a categoria de cirurgiões-dentistas da Rede Privada do Município de Maceió.

O intento desta reunião foi a continuidade das avaliações e proposições levantadas pelo CRO-AL quando se reuniu no último dia 22 de abril com o Secretário Municipal de Saúde – Pedro Madeiro e representantes da Vigilância Sanitária de onde foi protocolado ofício declinando a pauta de reivindicações da Autarquia junto ao Secretário, em função do alto número de reclamações dos inscritos, encaminhados a este Regional.

Como resultado, das demandas do CRO-AL foram pactuadas pelo órgão fiscalizador Municipal, determinando a definição de parâmetros visando a solução das reclamações recebidas, de modo a atender dentro do previsto na Lei e nas Resoluções da Diretoria Colegiada – RDC – da VISA, garantindo assim   manutenção dos padrões de qualidade dos produtos e serviços destinados à saúde da população, devidamente cumpridas pelos Cirurgiões-dentistas da Rede Privada do Município de Maceió.

A VISA respondeu aos questionamentos formulados pelo CRO-AL, estabelecendo os critérios direcionados a uma prática que dê aos CD’s condições de trabalharem dentro das normas sanitárias exigidas, apontando alternativas ou possibilidades que possam vir a contribuir para que a comunidade odontológica se ajuste e assim possa tornar efetivas as providências exigidas pelo Termo de Inspeção Sanitária.

Os tópicos que foram discutidos e acordados podem ser conferidos no documento disponibilizado no link abaixo. Recomendamos a impressão do arquivo em anexo, a fim de servir de comprovação do acordo estabelecido entre os dois Órgãos, no momento da visita dos fiscais da VISA aos consultórios e clínicas odontológicas da capital. Disponibilizamos um modelo de PGRSS para os inscritos.

 

Link do documento:

Postado em Blog